quinta-feira, agosto 18, 2011

O retorno (?)

E o que eu queria que não acontecesse, aconteceu...o blog abandonado, sem nenhuma postagem nova nos útlimos meses.
Preciso e quero voltar a escrever, mas fico ensaiando, ensaiando, penso num post, acho bobo, deleto e acabo dexaindo pra depois.
Estamos na luta de cada dia, trabalho, rotina da casa, crianças, verão (que pouco a pouco de despede no escurecer cada dia mais cedo, nas árvres que mudam de cor devagarzinho, anunciando a chegada de mais um outono)
A vida segue seu rumo, a saudade de casa já não aperta mais como antes, aprendemos a conviver com a ausência das pessoas, dos locais, o que não quer dizer que não sintamos falta do Brasil.
Outro dia comprei o DVD do filme Rio. Olívia tinha assistido no cinema com Dory e eu não fui pra ficar com Vítor e quando finalmente vi em casa, achei lindo, fofo, retrata fielmente a cidade, o lado lindo e o lado "não tão bonito assim". Morri de saudade de ver aquela cidade em que morei por 4 anos, de lembrar que aquele era meu "quintal". Mas quando lembro das mazelas do Brasil penso que estou bem onde estou.
Ainda me surpreendo com as coisas daqui do Canadá, mesmo após 2 anos morando aqui. Vejo ordem, respeito, segurança. O acesso às bibliotecas, centros comunitários, parques bem cuidados, tudo isso ainda me deixa de boca aberta e com um brilho no olhar.
Quando pergunto pra Olívia se ela quer morar no Brasil, ela fala que não, que quer morar aqui e quer ir pro Brasil pra brincar na piscina do prédio da vovó.
Parece que aqui a vida acontece mais devagar, as crianças brincam na rua. Eu é que preciso diminuir o ritmo e tentar aproveitar como se fosse meus filhos, que vivem o hoje como se não houvesse amanhã.

5 comentários:

Mari disse...

Eu sinto o Canada como o Brasil da minha infancia mas com organização. Eu me sinto super feliz de poder proporcionar para os meus filhos uma infancia parecida com a que eu tive mas com ainda mais oportunidades.
Com esta historia de 4 estações bem definidas, eu aprendi a curtir cada uma delas com o que tem de melhor. Estou exausta neste verão mas não paro em casa: estamos sempre fazendo milhoes de coisas e tentando aproveitar cada raio de sol.
As crianças as vezes perguntam se nao vamos nunca mais para o Brasil. Mas se eu pergunto se eles querem morar lá, a resposta é sempre não. Aqui já é a casa deles.

Anônimo disse...

Re, filha querida!!!!!!!!!!
Me emocionei ao ler seu blog, lindo , simples e singelo como você.
Te admiro , te amo e te encorajo sempre.
Te amo muuuuuuuito!!!!!!
Beijos com saudades.
Mamãe

Priscila disse...

Re,
Nem tenho mais nada pra comentar.
Vc disse tudo, amiga!
Um beijo imenso morta de saudades,
Pri

Flávia disse...

Olá,

Saudades de vcs!

Bjs,

Flá

roye disse...

Consistant with "reverse positioning" understand the REAL Second Coming would equate with The Matrix's Anti-Christ, the fake battle of good and evil which will come at the end.
I have spoken on this issue in years past. Understanding how they use the political encviornment to redefine people's value system, realize anyone who speaks of the old world and its ways will envoke hatred. So when/if the Anti-Christ comes along speaking of reverting back to what liberalism would consider repressed and immoral may be the only hope to salvage the god's favor and keep moving forward rather than begin the 1000 year clock. The fake Second Coming will feed into this political enviornment.
Cheap Flights to Abuja
Flights to Abuja
Abuja Flights