sábado, janeiro 21, 2012

Leis do trânsito

Aqui no Canadá, perto das escolas, em regiões onde o limite de velocidade é maior do que 40km/h, existem placas amarelas fluorescentes que mostram que ali é uma área escolar e que quando as luzes estiverem piscando, a sua velocidade não deve exceder esse limite. Todo mundo (ou pelo menos a maioria) respeita!
Além disso, somos obrigados a parar quando os famosos ônibus amarelos estiverem parados com as luzes piscando e uma plaquinha STOP que aparece na lateral do carro estiver acionada, não importando se estamos na mesma direção ou em sentido contrário a ele, pois isso significa que estudantes estão subindo ou descendo do ônibus. Todo mundo para!
Obviamente os estudantes tem total preferência mas para garantir que a travessia deles seja a mais segura possível, existem os chamados "crossing guards" nos arredores das escolas, que param o trânsito e autorizam os alunos a atravessarem a rua sem riscos.
Na escola da Olívia os "crossing guards" sao dois "senhorzinhos" fofos que levam o trabalho a sério além de demonstrarem muito amor pelo que fazem. Estão sempre arrumadinhos (um inclusive vai de gravata) e cumprimentam as pessoas que passam, inclusive acenam para quem passa de carro. Um deles vai de bicicleta, chova ou faça sol. Ele para a bike dele numa árvore bem perto do local de trabalho dele. Acho isso uma graça.
Ontem nevou bastante por aqui bem na hora de levar Olívia na escola e eu mal conseguia vê-los, mas estavam lá, firmes e fortes, trabalhando naquele frio. Eu comentei com Olívia sobre a importância deles e que tive dó de estarem debaixo daquela neve toda. Na hora de ir buscá-la, tinha parado de nevar e o sol tinha saido, e ela ficou aliviada de ver que ja não estava tao ruim trabalhar lá fora. Estava (bem) frio "apenas" . Hoje lá estavam eles de novo e guess what??? Um deles removia a neve da calçada com uma pá, oferecendo segurança e evitando quedas. Todo mundo agradece!
Esse é o Canadá! Pequenos gestos que fazem grande diferença!

8 comentários:

Sergio disse...

Renata, em Toronto é diferente, pelo menos em Etobicoke.
Quando tem escola na rua é sempre 40 km/h , mesmo que seja a noite nos finais de semana. E é sempre nestes horarios que o carro da polícia fica escondido. Acho que o sistema das luzes piscando no horario de aula é muito mais inteligente.
E o nosso cross-guard também era diferente, ele achava que era perigoso ficar no meio da rua, então não saia da calçada, ou seja, não servia para nada. Não sei se foi por causa disso, mas ele já não mais esta lá.

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Por aqui o limite é 30 km.

E a vida segue...
www.calgary2012.blogspot.com

Priscila disse...

Lindo relato, amiga.
Bem poético e esperançoso.
Um beijo ENORME nosso pra todos vcs!

mirian@unionrebit.com.br disse...

Inguarzinho aqui!!!!!!!!!!!!
Eita lugarzinho de m_ _ _ _.
BRASIL é lindo , maravilhoso e eu amo este país, mas , estou ficando com pena dele, está cada dia mais doente.
Curtam este país que vcs adotaram como seu.
Beijos queridos.
Mamãe

Anônimo disse...

Parabens pelo BLog! Temos a intenção de ir para o Canada, mas ainda estamos esperando Deus abrir as portas. A nossa motivação é basicamente a mesma que voces colocaram no inicio do Blog, conhecer de perto outra cultura e aprender com ela.

Deus abençoe voces!

tata_licio@hotmail.com

akissinlove disse...

Olá, adorei seu blog, será que você poderia participar do meu? http://akissinlife.blogspot.com/ dá uma passadinha lá... Agradeço desde já.. Beijooos mil! :)

anlene gomes disse...

Oi, incluí seu blog no Mundo Pequeno (índice de blogs de brasileiros que moram no exterior).
http://www.mundopequeno.com/
Também estamos no Facebook e no Twitter. Divulgamos diariamente um blog:
https://www.facebook.com/#!/mundopequeno
@mundo_pequeno
http://twitter.com/#!/mundo_pequeno
Se puder, ajude-nos a divulgar o Mundo Pequeno colocando um selo no teu blog!
Um abraço!

djamila disse...

Olá,
eu sou portuguesa e estou a pensar em emigrar. Gostaria de conversar um bocadinho contigo. Será que me podias enviar o teu e-mail? Obrigada.
O meu e-mail é djamila.garcia@gmail.com.